Airbus diz que deve parar de queimar caixa no 4° tri

Presidente-executivo destacou que a Airbus aprendeu muito sobre como se adaptar durante os sete meses de crise.

Redação
Compartilhe esta publicação:
plablorebo1984 / GettyImages
plablorebo1984 / GettyImages

Presidente-executivo destacou que a Airbus aprendeu muito sobre como se adaptar durante os sete meses de crise, mas alertou que o tráfego aéreo está demorando mais do que o esperado para se recuperar do impacto dramático visto no início da pandemia

Acessibilidade


A Airbus disse hoje (29) que esperava parar de consumir caixa no quarto trimestre, dando aos investidores o primeiro vislumbre de um caminho para o fim da crise após reportar queda de 49% no lucro operacional do terceiro trimestre, para € 820 milhões, enquanto a receita caiu 27% para € 11,2 bilhões.

Sobre os resultados, o presidente-executivo, Guillaume Faury, destacou que a Airbus aprendeu muito sobre como se adaptar durante os sete meses de crise, mas alertou que o tráfego aéreo está demorando mais do que o esperado para se recuperar do impacto dramático visto no início da pandemia, quando as companhias aéreas foram forçadas a suspender os voos.

“Acreditamos que teremos que conviver com a circulação do vírus por um longo período”, disse Faury.

A Airbus aumentou suas entregas no 3T fechando acordos com companhias aéreas para guardar as aeronaves enquanto não podem colocá-las em serviço. Enquanto fontes da indústria disseram à agência Reuters que um novo lockdown na França pode dificultar a entrega de jatos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: