CVM vê impedimento a voto de fundadores da Linx em assembleia

twomeows/GettyImages
twomeows/GettyImages

Em breve a companhia iniciará um processo de análise de um acordo para a incorporação dela pela Stone e pela Totvs


Os acionistas fundadores da Linx estão impedidos de votar na assembleia em novembro de investidores da companhia.

Em breve a companhia iniciará um processo de análise de um acordo para a incorporação dela pela Stone e pela Totvs, marcada para novembro, informou a produtora de software hoje (19).

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A companhia enviou fato relevante ao mercado afirmando que a superintendência entende que os acionistas fundadores “encontram-se impedidos” de votar na reunião, marcada para 17 de novembro.

No mesmo comunicado, a Linx afirma que os fundadores da companhia, Nércio José Monteiro Fernandes, Alberto Menache e Alon Dayan pretendem apresentar recurso ao entendimento da superintendência da CVM. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).