Dona do TikTok, ByteDance planeja listar aplicativo Douyin em Hong Kong

NurPhoto / GettyImages
NurPhoto / GettyImages

Bancos de investimento têm feito pesquisas e análises sobre um IPO independente para o Douyin, de acordo com fonte

A Bytedance, proprietária do TikTok, está em negociações internas com bancos de investimento para listar seu aplicativo Douyin em Hong Kong, de acordo com duas pessoas familiarizadas com a situação. Seus representantes se reuniram com inúmeros bancos de investimento nas últimas semanas para falar sobre a possibilidade, disse uma das fontes, acrescentando que as conversas ainda são preliminares.

O Douyin é uma alternativa chinesa do TikTok, que não está disponível na China.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Os bancos de investimento têm feito pesquisas e análises sobre um IPO independente para o Douyin, de acordo com uma segunda fonte pessoa.

A Reuters informou em julho que a ByteDance estudava a possibilidade de listar seus negócios na China, incluindo o Douyin, em Hong Kong ou no STAR Board de Xangai, em um cenário de crescentes tensões com os EUA relacionadas ao TikTok.

A ByteDance tem sido pressionada nos Estados Unidos para vender as operações norte-americanas do TikTok. A Casa Branca afirma que o aplicativo apresenta preocupações de segurança nacional, pois os dados pessoais coletados de 100 milhões de norte-americanos que usam o aplicativo podem ser obtidos pelo governo da China. Pessoas informadas sobre o assunto não esperam qualquer conclusão sobre o TikTok antes das eleições, reportou a Reuters. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).