Em semana de otimismo nos mercados, futuros nos EUA trabalham no azul

Reuters/Brendan McDermid
Reuters/Brendan McDermid

Os investidores seguem acompanhando as negociações entre o Congresso e a Casa Branca para um novo pacote de estímulo fiscal

Os futuros das ações nos EUA operam mais um dia no positivo, em uma semana marcada pela retomada do apetite por riscos e crescimento dos principais índices acionários do país. Às 7h13, horário de Brasília, o Dow Jones ganhava 0,40%, acompanhado de 0,41% de alta no S&P 500, enquanto o Nasdaq subia 0,24%.

O mercado segue de olho nas negociações entre o Congresso e a Casa Branca para um novo pacote de estímulo fiscal, embora sem grandes esperanças de aprovação antes das eleições de 3 de novembro. Ontem (8), a presidente da Câmara norte-americana, Nancy Pelosi, afirmou que os democratas aprovariam o socorro para as companhias aéreas apenas se o projeto de lei acompanhasse um acordo mais amplo para a economia.

Seja em outubro ou novembro, um novo pacote será necessário. Apenas ontem os EUA confirmaram 55 mil novos casos de coronavírus, com média diária de 45 mil novas infecções, o dobro do observado no início de junho, enquanto o mercado de trabalho apresenta lenta recuperação.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O democrata Joe Biden segue liderando as pesquisas, diminuindo as incertezas do mercado quanto a possibilidade de uma disputa acirrada nas urnas.

Na Europa, o Reino Unido tenta um acordo com a União Europeia após deixar o bloco econômico há oito meses. Diante do aumento diário nos casos de Covid-19, os líderes britânicos são pressionados a encontrar saídas para manter o abastecimento de remédios e alimentos vindos de países da região a partir de janeiro de 2021. Sem um acordo, a economia do Reino Unido sofreria um novo revés em meio à atual recessão econômica.

Com um olho no cenário local e, outro, do outro lado do oceano nas eleições norte-americanas, o mercado europeu opera no campo misto nesta manhã. Também às 7h11, o FTSE 100, de Londres, avançava 0,69%, acompanhado do CAC 40 e do Stoxx 600, que subiam 0,43% e 0,31%, respectivamente. O DAX alemão e o FTSE MIB trabalhavam no vermelho, recuando 0,01% e 0,25%, respectivamente.

Na Ásia, os investidores chineses voltaram aos negócios após dias de descanso em um longo feriado nacional. Dados divulgados hoje mostram PMI da China em alta pelo quinto mês consecutivo acima da marca de 50. O Shangai SE Composite fechou a sessão subindo 1,68%, enquanto o Nikkei 225 recuou 0,12% no dia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).