Rede de hospitais D'or São Luiz faz pedidos para IPO

A empresa tem como acionistas a família fundadora Moll, a gestora de private equity Carlyle e o fundo soberano de Cingapura GIC

Redação
Compartilhe esta publicação:
TimArbaev/GettyImages
TimArbaev/GettyImages

A empresa tem como acionistas a família fundadora Moll, a gestora de private equity Carlyle e o fundo soberano de Cingapura GIC

Acessibilidade


A Rede D’or São Luiz informou na noite de sexta-feira (9) que fez à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e à B3 pedidos de oferta pública primária e secundária de ações ordinárias. A empresa pretende listar seus papéis no segmento Novo Mercado.

A companhia também fez pedido para converter seu registro de emissora de valores mobiliários de categoria B para categoria A, uma condição prévia para empresas interessadas em fazer um IPO.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A rede de hospitais D’Or São Luiz havia confirmado no final de setembro que planejava ingressar com pedido de oferta pública inicial. A empresa, que tem como acionistas a família fundadora Moll, a gestora de private equity Carlyle e o fundo soberano de Cingapura GIC, não revelou quando planeja fazer sua estreia na bolsa de valores e nem a quantia de dinheiro que pretende levantar.

A Reuters informou em agosto que a Rede D’Or havia contratado bancos para um IPO, buscando uma avaliação de pelo menos R$ 100 bilhões. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: