Banco Pine reduz em mais de 50% prejuízo no terceiro trimestre

Resultado reflete melhora na originação de crédito no período

Redação
Compartilhe esta publicação:

Forbes/Reprodução

Acessibilidade


O Banco Pine reduziu em 53% o prejuízo no terceiro trimestre em comparação com mesmo período do ano anterior, registrando R$ 11,2 milhões em perdas, informou o banco em comunicado hoje (12). Na comparação com os primeiro nove meses de 2019, a melhora no resultado é de 89%.

Em novos créditos, a instituição originou R$ 865 milhões no 3T20, crescimento de 96,8% na comparação com o 2T20. Segundo o banco, o resultado foi impulsionado “por operações ancoradas em recebíveis e pela ampliação na concessão de capital de giro às médias e grandes empresas, denotando o reaquecimento da atividade econômica.”

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

As receitas de prestação de serviços e tarifas do Pine somaram R$ 14 milhões no terceiro trimestre, representando um crescimento de 2,3% na comparação com o mesmo período do ano passado. Já as despesas administrativas e com pessoal foram reduzidas em 21,2% na mesma comparação.

Em setembro de 2020, a inadimplência acima de 90 dias era de 0,2%, queda na comparação com junho quando o índice de inadimplência era de 0,3%. No final de setembro, os créditos classificados entre os ratings AA-C representavam 86,5% da carteira do Pine, ante 80,4% em setembro de 2019.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Pine concedeu mais de R$ 270 milhões de crédito no período através do “Crédito Emergencial Pine”. A Margem Financeira Bruta cresceu 125% no 3T20 na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: