C&A tem prejuízo de R$ 28 mi no 3º trimestre

Forbes/Reprodução

A C&A teve prejuízo líquido de R$ 28,2 milhões no terceiro trimestre, revertendo resultado positivo de R$ 19,1 milhões um ano antes, ainda afetada pelas medidas contra o coronavírus.

A receita líquida total caiu 14,1%, para R$ 1 bilhão, enquanto as vendas mesmas lojas (SSS) recuaram 13,9%. A varejista disse que ao final do trimestre as receitas totais já estavam acima do nível do ano passado.

O resultado operacional medido pelo Ebitda de varejo ajustado somou R$ 96,6 milhões, queda de 50,9% ano a ano. O Ebitda ajustado recuou 67,4%, para R$ 64,7 milhões, com a margem cedendo para 6,1%, de 16% um ano antes.

As vendas sob a métrica GMV total atingiram R$ 213,8 milhões, um salto 418% em relação ao terceiro trimestre de 2019, em resultado que a companhia atribuiu ao forte desempenho do ecommerce e evolução da ‘Galeria C&A’, marketplace da rede.

As ações da C&A fecharam em queda de 7,30%, a R$ 12,70, ontem (13), pior desempenho do Small Caps, que recuou 2,19%. No ano, acumulam queda de 28,19%. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).