Construtora BRZ e varejista Le Biscuit desistem de IPO

Somando 20 cancelamentos de planos de estreia na bolsa paulista em 2020, segundo dados da CVM

Redação
Compartilhe esta publicação:
NurPhoto/GettyImages
NurPhoto/GettyImages

Somando 20 cancelamentos de planos de estreia na bolsa paulista em 2020, segundo dados da CVM

Acessibilidade


A construtora BRZ e a rede de lojas de departamento Le Biscuit desistiram dos planos para listar ações na B3 (Bolsa de Valores do Brasil), elevando para 20 o número de cancelamento de planos de estreia na bolsa paulista em 2020, segundo dados da CVM nesta segunda (9).

Ambas haviam pedido em agosto o registro para suas ofertas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês). A Le Biscuit levantaria recursos para pré-pagar dívidas, reformar e expandir lojas, investir em TI, logística e reforçar o capital de giro. A operação da empresa com sede em Feira de Santana (BA) e que tem uma rede de 141 lojas, também serviria para sócios atuais venderem participação no negócio.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Já a BRZ, com sede em Minas, buscaria dinheiro da venda de ações novas para investir em novos projetos, antecipar permutas com donos de terrenos, reduzir o endividamento, investir em tecnologia e reforçar a liquidez.

As desistências sublinham como o cenário volátil do mercado de capitais tem atrapalhado planos de empresas de buscarem recursos na bolsa para financiar projetos de crescimento. Por um lado, 22 companhias já movimentaram cerca de R$ 60 bilhões em IPOs neste ano. Por outro lado, as desistências atingem cifras inéditas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Algumas das empresas que decidiram levar adiante seus planos de listagem inicial na B3 tiveram que se submeter a avaliações muito inferiores às pretendidas. É o caso do brechó online Enjoei, que estreou hoje (9), após ter precificado seu IPO na semana passada no piso da faixa estimada pelos coordenadores.

A ação da Enjoei estava na contramão do mercado em num dia de forte alta das bolsas no mundo todo. Às 13h18, horário de Brasília, o Ibovespa avançava 2,48%, enquanto o papel da companhia, que não faz parte do índice, desabava certa de 9%.

Para hoje, estão previstas as precificações de outros dois IPOs, o da produtora de equipamentos na geração de energia eólica Aeris Energy e o da petrolífera 3R Petroleum. Amanhã (10) será a vez do preço da oferta da construtora Alphaville Urbanismo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: