Em dia de eleições nos EUA, Ibovespa segue exterior e opera em alta

O Ibovespa opera em alta nesta terça-feira (3), acompanhando o movimento positivo no exterior com os holofotes do mundo voltados às eleições presidenciais nos EUA. Às 10h21, horário de Brasília, o indicador ganhava 2,03% aos 95.855 pontos. Com maior apetite por riscos dos investidores, o dólar tem queda de 0,94% contra o real na manhã, negociado a R$ 5,68 na venda.

Ainda no cenário doméstico, o Boletim Focus, do Banco Central, elevou pela décima segunda vez consecutiva as projeções para a inflação em 2020, agora em 3,02% a.a. Para o Produto Interno Bruto (PIB), os especialistas consultados continuam vendo contração de 4,81% em 2020, mas reduziram a perspectiva de crescimento no ano que vem para 3,34%, contra 3,42% projetados anteriormente.

A temporada de balanços no Brasil também continua no radar dos investidores, com BB Seguridade e Duratex entre as empresas que divulgaram seus números mais cedo, enquanto Itaú Unibanco, IRB Brasil RE, TIM e Minerva estão entre as que apresentas seus respectivos resultados após o fechamento do mercado.

Também sob os holofotes está a ata da última reunião do Copom, em que o Banco Central endureceu mensagem sobre o eventual espaço para cortar a taxa básica de juros e frisou estar atento à piora do quadro fiscal e suas implicações para a política monetária.

Em Wall Street, os futuros do Dow Jones tinham alta de 1,52%, do S&P 500 subiam 1,20% e do Nasdaq avançavam 0,59% no mesmo horário. De acordo com análise do the Wall Street Journal desta manhã, o mercado acredita em vitória de Joe Biden com controle democrata no Congresso. A chamada onda azul aumentaria as chances da aprovação de um pacote mais generoso de estímulo à economia.

Ontem, o presidente Donald Trump voltou a dizer, sem apresentar evidências, que o voto pelo correio é propenso a fraudes, afirmando que o resultado das urnas pode induzir “à violência nas ruas” dos EUA. O democrata Joe Biden segue com ampla vantagem nas pesquisas, embora a disputa esteja acirrada em estados decisivos para o pleito. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).