Gol tem prejuízo no 3º trimestre

Forbes/Reprodução

A Gol teve prejuízo líquido recorrente de R$ 872 milhões no terceiro trimestre, revertendo o resultado positivo de R$ 263,5 milhões de um ano antes, segundo balanço divulgado hoje (04).

A companhia aérea também anunciou elevação de 100% na oferta de capacidade para o quarto trimestre em relação ao terceiro trimestre e que espera ter uma frota operacional média de 94 aviões no final deste ano, o que representa mais de 75% da frota operacional da empresa que estava em atividade no mesmo período de 2019.

No terceiro trimestre, a frota operacional da empresa era de 122 aviões e a Gol afirmou que espera ter no final do ano 126 aeronaves operacionais, reduzindo esse número para 122 ao final de 2021, segundo o balanço trimestral.

A empresa encerrou o terceiro trimestre com uma relação dívida líquida sobre Ebitda ajustado de 4 vezes ante 2,8 vezes no segundo trimestre. Para os três últimos meses deste ano, a expectativa da empresa é que a alavancagem suba para 6 vezes, avançando a 8 vezes no primeiro trimestre de 2021.

As ações da companhia subiam 1,28% às 10h42, enquanto o Ibovespa mostrava alta de 1,26%.

A Gol também estimou que sua liquidez total no quarto trimestre será de cerca de R$ 2,4 bilhões ante R$ 2,2 bilhões no terceiro trimestre, e que no primeiro trimestre do próximo ano será de aproximadamente R$ 2,5 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).