Ibovespa dispara quase 4% com eleição de Biden e vacina da Pfizer

O Ibovespa opera em forte alta nesta segunda-feira (9), embalado pela vitória de Joe Biden na corrida presidencial nos EUA e pelo anúncio da Pfizer de que sua vacina experimental contra a Covid-19 é 90% eficaz. Às 10h13, horário de Brasília, o Ibovespa tinha valorização de 3,71% aos 104.667 pontos. Com maior apetite dos investidores por riscos, o dólar despenca 2,97% e vai a R$ 5,23 no mesmo horário.

A combinação da vitória do democrata com um Senado de maioria republicana agradou agentes financeiros, uma vez que reduz a chance de mudanças expressivas de políticas econômicas nos EUA, principalmente em relação à tributação de grandes empresas norte-americanas. Em Wall Street, o Dow Jones avançava 5,33%, o S&P 500 tinha alta de 3,81% e o Nasdaq subia 0,99% nos primeiros negócios do dia.

“Com isso, a incerteza em torno da eleição se dissipou e os investidores recuperaram o apetite pelo risco”, afirma o analista de mercados Milan Cutkovic, da Axi, em entrevista à agência Reuters.

O anúncio da Pfizer de que a vacina contra a Covid-19 desenvolvida com a BioNTech mostrou ser 90% eficaz na prevenção da doença, segundo dados iniciais, também animava os mercados nesta manhã. As duas empresas esperam pedir autorização para uso emergencial da vacina nos EUA neste mês.

Na Europa, o dia é também de rally nos preços com o CAC 40, de Paris, valorizando 6,62% no mesmo horário. Na Ásia, o índice de blue-chips da China fechou em máxima de cinco anos nesta segunda-feira, enquanto o Nikkei 225, do Japão, encerrou o dia no nível mais alto em 29 anos, ganhando 2,12%.

No Brasil, a temporada de resultados nesta segunda-feira traz os balanços de Magazine Luiza, BRF e Yduqs, após o fechamento do mercado. Mais cedo, pesquisa Focus do Banco Central reportou um aumento na expectativa da inflação, de 3,02% para 3,20% em 2020. Os agentes de mercado também passaram a projetar aumento na Selic, para 2,25% em 2021. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).