Ibovespa recupera níveis pré-pandemia com anúncio de vacina da Moderna

Apetite por riscos do mercado derruba cotação do dólar para R$ 5,43 na venda

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa encerrou a segunda-feira (16) subindo 1,63% aos 106.429 pontos após a Moderna anunciar que sua vacina experimental é 94,5% eficaz na prevenção da covid-19. Dados positivos sobre a recuperação industrial na China e a formação do superbloco econômico na Ásia-Pacífico também colaboraram para o sentimento na sessão que somou volume financeiro de R$ 51,1 bilhões, inflado pelo vencimento de contratos de opções sobre ações.

O real esteve entre as moedas emergentes com melhor desempenho no dia, derrubando em 0,65% a cotação do dólar, para R$ 5,43 na venda. Em relatório divulgado hoje, o Citi previu que a ampla distribuição de vacinas e o afrouxamento monetário em curso podem enfraquecer o dólar globalmente em até 20% no próximo ano.

Em outro relatório, o Goldman Sachs projetou que o dólar pode cair globalmente 15% em termos reais entre seu pico de 2020 e o fim de 2024. O banco norte-americano destacou o câmbio na América Latina em termos de espaço para apreciação e que o real é o principal expoente dessa expectativa na região. As barreiras, no entanto, podem vir do lado fiscal.

Hoje, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que o risco fiscal está atrapalhando investimentos e que esta é uma das principais preocupações da autoridade monetária.

Em Wall Street, os índices acionários fecharam o dia em campo positivo, com o Dow Jones subindo 1,60% e encostando na marca histórica dos 30 mil pontos na sessão. O S&P 500 teve alta de 1,16% e o Nasdaq Composite avançou 0,80% no dia. Os investidores esperavam volatilidade no mercado após a corrida eleitoral nos EUA, mas os anúncios de avanços em vacinas contra a covid-19 têm sustentado o rally nos preços.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Quanto mais empresas desenvolverem uma vacina candidata que possa se mostrar eficaz, mais otimistas os investidores estarão sobre a possibilidade de uma saída desta pandemia e, para a atividade econômica, de que volte a alguma aparência de normalidade”, disse Michael Hewson, analista-chefe de mercado da CMC Markets à Reuters.

Nos indicadores, o Boletim Focus, levantamento semanal do Banco Central, apontou crescimento na expectativa para o IPCA este ano em 0,05 ponto percentual, a 3,25%, na 14ª semana de aumento da projeção. Para 2021, a inflação é calculada agora em 3,22%, de 3,17% antes, quarto aumento seguido. (Com Reuters)

DESTAQUES DO IBOVESPA

Maiores Altas
AZUL4: +11,03% a R$ 32,20
GOLL4: +8,49% a R$ 21,22
EMBR3: +8,05% a R$ 8,05
SANB11: +7,25% a R$ 38,32
MRVE3: +4,87% a R$ 20,89

Maiores Baixas
BRKM5: -2,47% a R$ 24,09
TOTS3: -2,45% a R$ 27,51
LAME4: -1,95% a R$ 23,58
MRFG3: -1,94% a R$ 14,64
RAIL3: -1,92% a R$ 18,93

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: