Lucro do BTG Pactual cai no 3º tri

Reprodução/Reuters

O Banco BTG Pactual divulgou hoje (10) uma queda de 5,3% no lucro líquido recorrente do terceiro trimestre, com despesas operacionais mais altas ofuscando a expansão da receita.

O lucro líquido recorrente, que exclui itens extraordinários, foi de R$ 1,016 bilhão, ante R$ 1,073 bilhão em igual período do ano anterior.

As receitas totais do banco aumentaram 13%, para R$ 2,478 bilhões, impulsionadas principalmente por empréstimos corporativos e comissões vindas do banco de investimento e da gestão de ativos.

O volume de IPOs no Brasil aumentou mais de 120% este ano, impulsionado por investidores locais que buscam alternativas para retornos de renda fixa baixos e escassos. Essa dinâmica ajudou o banco.

A entrada líquida de recursos na área de gestão de recursos e de fortunas ultrapassou R$ 37 bilhões no trimestre, disse o banco.

O BTG tem ampliado sua plataforma de distribuição de varejo recentemente. Em outubro, anunciou a aquisição da Necton Investimentos por R$ 348 milhões, com cerca de R$ 16 bilhões custodiados.

A carteira de crédito do banco cresceu 19% no trimestre, para R$ 68,2 bilhões, acima do ritmo de seus pares.

Ainda assim, as despesas operacionais aumentaram 26% ano a ano, principalmente com bônus e salários. O banco disse que contratou 700 novos funcionários desde janeiro e deve continuar expandindo sua força de trabalho para aumentar sua plataforma de varejo.

O retorno sobre o patrimônio líquido do banco foi de 15,7%, 2 pontos percentuais abaixo do trimestre anterior. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).