Notre Dame Intermédica tem lucro de R$ 197 mi no 3º tri

Desempenho operacional ajustado cresceu 43%, para R$ 458,4 milhões

Redação
Compartilhe esta publicação:

Reprodução/Forbes

Acessibilidade


A gestora de planos de saúde Notre Dame Intermédica divulgou ontem (16) um salto no lucro líquido do terceiro trimestre sobre o mesmo período de 2019, impulsionada por aumento de beneficiários e leitos ao longo deste ano, em uma estratégia marcada por 12 aquisições.

A companhia teve lucro de 197 milhões de reais, quase o dobro do obtido um ano antes. O desempenho operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado cresceu 43%, para R$ 458,4 milhões.

Analistas, em média, esperavam lucro de 179 milhões de reais no período e Ebitda de R$ 353,8 milhões, segundo dados da Refinitiv.

Em termos ajustados, o lucro da companhia cresceu 70,5%, para R$ 265,5 milhões.

Na quinta-feira, a rival Hapvida, que também promove uma estratégia de aquisições, divulgou resultado acima do esperado para o terceiro trimestre, com o Ebitda saltando 94%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Intermédica teve crescimento de 16% na base de beneficiários, para 6,29 milhões, enquanto o número de leitos evoluiu 16%, para 3.092. A receita líquida cresceu 24%, a R$ 2,7 bilhões, apesar da companhia afirmar que o faturamento com serviços hospitalares “ainda apresentou reflexos negativos da pandemia e do distanciamento social, principalmente no início deste trimestre”.

A sinistralidade da empresa recuou dois pontos percentuais, para 68,6% no período, acumulando queda de 4 pontos desde o início do ano até o fim de setembro. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: