Preços ao consumidor dos EUA ficam inalterados em outubro

No acumulado de 12 meses até outubro, o índice de preços subiu 1,2%, após alta de 1,4% em setembro

Redação
Compartilhe esta publicação:
JordanSiemens/gettyimages
JordanSiemens/gettyimages

No acumulado de 12 meses até outubro, o índice de preços subiu 1,2%, após alta de 1,4% em setembro

Acessibilidade


Os preços ao consumidor dos Estados Unidos ficaram inesperadamente inalterados em outubro, já que alta moderada no custo dos alimentos foi compensada pela gasolina mais barata em meio à retração da economia, o que poderia permitir ao Federal Reserve manter sua política monetária flexível por um longo período de forma a ajudar na recuperação diante da recessão da Covid-19.

O Departamento do Trabalho dos EUA disse nesta quinta (12) que a estabilidade em seu índice de preços ao consumidor no mês passado se seguiu a um avanço de 0,2% em setembro. No acumulado de 12 meses até outubro, o índice subiu 1,2%, após alta de 1,4% em setembro.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Economistas consultados pela Reuters esperavam que o índice subisse 0,1% em outubro e avançasse 1,3% no comparativo anual. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: