QuintoAndar amplia antecipação de recebíveis para proprietários de imóveis

Antecipação de aluguéis é realizada em parceria com a fintech Mova e tem taxa de 2% ao mês .

Redação
Compartilhe esta publicação:
krisapong / GettyImages
krisapong / GettyImages

Antecipação de aluguéis é realizada em parceria com a fintech Mova e tem taxa de 2% ao mês

Acessibilidade


A plataforma imobiliária digital, QuintoAndar, irá ampliar o programa de antecipação de recebíveis Aluguel Antecipado, oferecendo aos proprietários de imóveis a possibilidade de antecipar até seis meses dos recursos de aluguéis. O adiantamento dos recebíveis é fruto de uma parceria com a fintech Mova.

A quitação pode ser feita em até 10 parcelas, descontadas diretamente do aluguel mensal. O adiantamento tem taxa de juros de 2% ao mês e o serviço está, por enquanto, disponível apenas para proprietários elegíveis, que somam quase metade dos contratos da plataforma. O QuintoAndar realizou uma primeira rodada de testes com o Aluguel Antecipado de longo prazo no fim do terceiro trimestre. Durante os testes, foram fechados 253 antecipações, no valor total de R$ 2 milhões.

Em comunicado à imprensa, o QuintoAndar afirmou durante a rodada de testes para a modalidade de longo prazo, realizada no terceiro trimestre deste ano, foram realizadas 253 antecipações, com volume total de R$ 2 milhões.

“Criamos esse serviço, com objetivo de ajudar o proprietário a lidar com os imprevistos, diz Gabriel Braga, CEO do QuintoAndar. “Queremos que os proprietários nos vejam como um parceiro durante toda a jornada”.

O prazo de seis meses para adiantamentos irá complementar o programa Aluguel Antecipado Mensal, que foi lançado em novembro de 2019 e antecipava em até um mês os aluguéis aos proprietários. Desde a criação, o programa antecipou mais de R$ 18 milhões a clientes da plataforma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: