Registros no PIX já superam 60 milhões, diz BC

No primeiro dia de operações, sistema instantâneo de pagamentos registrou 1.570 transações

Redação
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A partir de segunda-feira (9), as instituições poderão elevar gradualmente a base de usuários na plataforma

Acessibilidade


O PIX, sistema instantâneo de pagamentos no Brasil, superou 60 milhões de chaves registradas, afirmou hoje (3) o chefe-adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Carlos Eduardo Brandt.

De acordo com Brandt, ainda nesta terça, das 9h às 17h, o BC registrou 1.570 transações por meio do PIX no primeiro dia de operações limitadas da modalidade pelas instituições financeiras e clientes selecionados.

LEIA MAIS: Ivan Gontijo é o novo presidente da Bradesco Seguros

Segundo ele, o valor médio por transação foi de R$ 90. A primeira fase do PIX, de operação restrita, iniciou-se nesta manhã e vai até domingo (8).

Nesse período, as instituições financeiras poderão permitir que de 1% a 5% dos seus clientes operem por meio do sistema.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A partir de segunda-feira (9), as instituições poderão elevar gradualmente a base de usuários na plataforma. O início operacional pleno do PIX ocorrerá em 16 de novembro.

Um dos principais projetos do BC para incentivar maior competição entre as instituições financeiras, o PIX permite que pessoas façam transferências bancárias 24 horas por dia nos 365 dias do ano. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: