Reino Unido e Canadá assinam acordo comercial transitório pós-Brexit

 Pawel Libera/Getty Images
Pawel Libera/Getty Images

O contrato entre Reino Unido e Canadá visa preservar o fluxo de US$ 27 bilhões em bens e serviços entre os países

Reino Unido e Canadá fecharam um acordo comercial transitório hoje (21) para proteger o fluxo de US$ 27 bilhões em bens e serviços entre eles após o Brexit, e prometeram iniciar negociações sobre um acordo específico no próximo ano.

Conforme se prepara para encerrar a transição de saída da União Europeia em 31 de dezembro, o Reino Unido tem negociado vários acordos bilaterais para manter o comércio, com muitos simplesmente substituindo os termos que o bloco já havia acordado.

LEIA MAIS: Venda de reservas está no cardápio para redução da dívida, diz Waldery

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, participou de uma conversa online com o premiê do Canadá, Justin Trudeau, e seus respectivos ministros de comércio para destacar o acerto, que abre caminho para um acordo específico abrangendo mais áreas como comércio digital, pequenas empresas, meio ambiente e empoderamento econômico das mulheres.

“O acordo de hoje fundamenta £ 20 bilhões em comércio e garante milhares de empregos”, disse Liz Truss, secretária de Comércio Internacional do Reino Unido, em um comunicado.

Sua contraparte canadense, Mary Ng, afirmou que o acordo transitório “reproduz em grande parte” o acordo da UE sobre reduções tarifárias e disposições para trabalho e meio ambiente. “Queremos um acordo comercial ambicioso e abrangente de alto nível com o Reino Unido”, disse Ng, sinalizando que o Canadá deseja termos semelhantes ao acordo da UE.

O Reino Unido é o quinto maior parceiro comercial do Canadá, depois de Estados Unidos, China, México e Japão.

Johnson está tentando moldar um novo “Reino Unido global” que possa agir sozinho e negociar acordos comerciais melhores do que a UE como parte do que ele diz serem os benefícios da decisão histórica de deixar o maior bloco comercial do mundo.

LEIA TAMBÉM: Elon Musk fica US$ 13,7 bilhões mais rico após admissão da Tesla no S&P 500

Em menos de dois anos, o país fez acordos comerciais com 53 países, respondendo por £ 164 bilhões (US$ 217,82 bilhões) do comércio bilateral britânico. Críticos de Johnson apontam que muitos são basicamente os mesmos que os acordos da UE.

O Acordo de Continuidade Comercial Reino Unido-Canadá estará sujeito às verificações jurídicas finais antes de ser formalmente assinado. “Este é um bom momento”, disse Trudeau. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).