Sentimento econômico na zona do euro recua em novembro

Jayk7 / GettyImages
Jayk7 / GettyImages

Segunda onda do Covid-19 impulsionou negatividade na Europa

O sentimento econômico na zona do euro caiu pela primeira vez em sete meses em novembro conforme uma segunda onda de Covid-19 afetou o continente, pressionando a confiança em todos os setores, particularmente aqueles mais afetados pelos lockdowns, como serviços e varejo.

A pesquisa mensal da Comissão Europeia mostrou que o sentimento nos 19 países que usam o euro caiu a 87,6 pontos de 91,1 em outubro e expectativa do mercado de 86,5 pontos.

A pesquisa é tipicamente realizada nas duas a três primeiras semanas do mês, o que significa que está relacionada ao humor após uma série de lockdowns terem sido anunciados, incluindo nas duas maiores economias da zona do euro, Alemanha e França.

“Após a recuperação parcial do sentimento entre maio e setembro e os movimentos em outubro, a queda é a primeira desde que o sentimento caiu com força na primeira onda de Covid-19”, disse a Comissão Europeia em seu relatório.

A comissão explicou que a queda no sentimento foi alimentada pelo recuo da confiança no varejo, serviços e entre consumidores. O sentimento na indústria e construção sofreu apenas pequenas reduções.

O sentimento entre os consumidores caiu a -17,6 em novembro de -15,5 em outubro, em linha com a preliminar divulgada na semana passada. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).