Tesouro tem recursos para pagar dívida no início de 2021, afirmam técnicos

De janeiro a abril, o volume de títulos que irá vencer é de cerca de R$ 600 bilhões

Redação
Compartilhe esta publicação:
Lucas Ninno/GettyImages
Lucas Ninno/GettyImages

De janeiro a abril, o volume de títulos que irá vencer é de cerca de R$ 600 bilhões

Acessibilidade


O coordenador de Operações da Dívida Pública, Roberto Lobarinhas, afirmou hoje (25) que o Tesouro encerrará o ano com caixa em patamar acima daquele considerado prudencial e com recursos suficientes para pagar os compromissos de dívida no primeiro quadrimestre do próximo ano.

De janeiro a abril, o volume de títulos que irá vencer é de cerca de R$ 600 bilhões.

Segundo o coordenador-geral de Planejamento Estratégico da Dívida Pública, Luiz Fernando Alves, a transferência do resultado cambial do Banco Central ao Tesouro foi fundamental para isso, mas ele pontuou que o Tesouro também recompôs seu caixa através de emissões.

“Sempre estivemos seguros disso e agora temos mais clareza de ter o caixa em níveis prudenciais”, afirmou Alves em coletiva de imprensa. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: