Azul estima Ebitda em 2022 maior do que em 2019

Rahel Patrasso / GettyImages
Rahel Patrasso / GettyImages

O setor de aviação foi fortemente afetado pela pandemia do Covid-19, mas empresa vislumbra lucratividade a partir de 2022

A Azul estima que o resultado operacional medido pelo Ebitda em 2022 deve ser superior ao desempenho de 2019, mesmo com queda prevista para a demanda corporativa, de acordo com apresentação da companhia aérea hoje (16).

A empresa, fortemente afetada pelos efeitos da pandemia de Covid-19, também afirmou que vislumba aumento contínuo da lucratividade a partir de 2022.

A Azul realiza nesta quarta-feira evento com analistas e investidores. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).