Braskem fecha acordos para extinguir ações civis após evento geológico em Alagoas

A companhia disse que a estimativa preliminar das ações adicionais decorrentes destes acordos é de aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

Redação
Compartilhe esta publicação:
picture alliance/GettyImages
picture alliance/GettyImages

A companhia disse que a estimativa preliminar das ações adicionais decorrentes destes acordos é de aproximadamente R$ 1,2 bilhão

Acessibilidade


A Braskem anunciou hoje (31) que fechou acordos com autoridades para extinguir ações civis públicas relacionadas a um evento geológico com afundamento do solo ocorrido em Alagoas, para compensação dos moradores e reparação socioambiental.

Em fato relevante, a companhia disse que a estimativa preliminar das ações adicionais decorrentes destes acordos é de aproximadamente R$ 1,2 bilhão, além dos R$ 7,9 bilhões já provisionados ao final do terceiro trimestre de 2020.

“A celebração dos Acordos para Compensação dos Moradores e para Reparação Socioambiental representa um avanço importante em relação ao evento geológico de Alagoas e seus potenciais impactos”, disse a empresa.

Em novembro, a Braskem estimou em R$ 3 bilhões custos e despesas adicionais para a implementação de medidas definidas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) para fechamento de minas instáveis de extração de sal em Maceió (AL). (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: