China vai intensificar suporte fiscal para nova estratégia econômica

HiroseMasaki_EyeEm / GettyImages
HiroseMasaki_EyeEm / GettyImages

Política fiscal tem a vantagem de otimizar a alocação de recursos e promover ajustes estruturais

A China vai intensificar o suporte de política fiscal para uma estratégia que torne sua economia baseada principalmente na demanda doméstica, cadeias de oferta e inovação, disse o ministro das Finanças, Liu Kun.

A China apresentou uma estratégia de “dupla circulação” para a próxima fase do desenvolvimento econômico, na qual contará principalmente com a “circulação doméstica”, ciclo interno de produção, distribuição e consumo, sustentado por inovação e melhorias na economia.

“A política fiscal tem a vantagem de otimizar a alocação de recursos e promover ajustes estruturais”, disse Liu em artigo republicado no site do Ministério das Finanças hoje (11).

O governo adotará medidas para impulsionar o consumo doméstico, incluindo a expansão apropriada do consumo público, e aumentar as importações de bens de alta qualidade para ajudar a melhorar o consumo doméstico, disse Liu.

A política fiscal vai também sustentar a inovação tecnológica, já que algumas tecnologias importantes são controladas por outros países, e a melhora da cadeia de oferta, completou Liu. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).