Empresas anunciam o valor dos JCPs para acionistas

Os valores variam de R$0,08 a R$ 1,00 por ação.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reuters / Bruno Domingos
Reuters / Bruno Domingos

Acionistas podem receber entre R$ 0,08 e R$ 1 de JCP

Acessibilidade


No início da semana, segundo o documento divulgado pela Banrisul (BRSR6), a companhia pagará R$ 42 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP). O valor bruto ficará em R$ 0,10 por ação ordinária, R$ 0,10 por ação preferencial e R$ 0,10 por ação preferencial classe B para ser pago no dia 28 de dezembro.

Na segunda (7), a Itaúsa S.A, também, anunciou que o Conselho de Administração da Empresa havia aprovado o JCP no valor bruto de R$ 0,10 por ação e o crédito será feito até o dia 30 de abril do ano que vem. Além disso, é previsto a retenção de 15% da fonte, resultando em R$ 0,08.

Ontem (8) , a Indústria Romi (ROMI3) aprovou o pagamento de R$ 73 milhões em JPC e o valor a ser pago será de R$ 1,00 por ação até o dia 26 de janeiro do ano que vem. De acordo com o documento da empresa, “do montante do crédito de Juros por Capital Próprio será retida a alíquota de 15%, resultando em JCP líquidos de R$ 0,85 por ação.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

No mesmo dia, a Duratex (DTEX3) anunciou o pagamento bruto de R$ 0,31 por ação e ele será feito até o dia 30 de abril de 2021. Será executado 15% de imposto de renda na fonte, assim o valor líquido será de R$ 0,26 por papel.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Por fim, a Gerdau (GGBR3 e GGBR4) também informou por meio do documento divulgado pela empresa que pagará R$ 0,17 por ação ordinária e preferencial em juros sobre o capital próprio. O valor dos JCPs da Metalúrgica Gerdau (GOAU4) ficou em R$ 0,09 por ação. Ambos não possuem data de pagamento oficializada.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: