Empresas divulgam pagamentos de JCPs

iStock
iStock

Todos os pagamentos de Juros Sobre o Capital Próprio ficam abaixo de R$ 0,50

O Conselho de Administração do Bradesco (BBDC4) aprovou ontem (16) o pagamento de R$ 3,5 bilhões em Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) no valor de R$ 3,5 bilhões, com o valor bruto de R$ 0,37 por ação ordinária e R$ 0,41 por ação preferencial. O pagamento ocorrerá em 7 de janeiro de 2021 e está sujeito a tributação da alíquota de 15%.. A partir do dia 29 de dezembro deste ano, as ações serão negociadas em ex-JCPs.

A BR Distribuidora (BRDT3) também aprovou ontem o pagamento em JCP no montante de R$ 498,12 milhões, o mesmo que R$ 0,43 por ação. A partir do dia 22 de dezembro, as negociações serão feitas em ex-JCPs e o pagamento será feito até o dia 21 de dezembro deste ano. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

A Cesp (CESP6) também aprovou o pagamento de R$ 150 milhões em Juros Sobre o Capital Próprio, com o valor bruto de R$ 0,42 por ação ordinária. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%. A data do pagamento será definida posteriormente e as ações, a partir do dia 22 de dezembro, serão negociadas em ex-JCPs.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A Fabricante de carrocerias de ônibus, Marcopolo (POMO4) comunicou aos acionistas que irá pagar o montante de R$ 498,1 milhões em JCP, sendo R$ 0,02 por ação. A partir do dia 23 de dezembro, as negociações serão ex-JCPs. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

Na terça (15), a TOTVS (TOTS3) declarou aos acionistas que pagará R$ 58,7 milhões em Juros Sobre o Capital Próprio para quem tiver as ações da companhia até o dia 21 de dezembro e a partir do dia seguinte, as ações serão negociadas em ex-JCPs. O valor bruto por ação é de R$ 0,10 e está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

Outra empresa que aprovou a distribuição dos recursos no último dia 15 foi a Fras-le (FRAS3), anunciando o pagamento do valor bruto em R$ 0,17 por ação, com montante total de R$ 37,4 milhões em JCP. Os recursos são devidos aos investidores que tiverem as ações até o dia 18 de dezembro. No dia 21 será realizado o pagamento e no mesmo dia as negociações passarão a ser feitas como ex-JCPs. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

As Lojas Renner (LREN3), também anunciou na última terça (15) aos acionistas o pagamento de R$ 60,4 milhões em JCP para quem tiver as ações da companhia até o dia 18 de dezembro. A partir do dia 21, os ativos serão negociados em ex-JCPs e o valor a ser pago é de R$ 0,07, sem data definida para o pagamento e está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

A Weg (WEGE3) informou que pagará R$ 0,03 por aos acionistas que forem proprietários dos ativos até o dia 18 de dezembro. O valor do montante destinado ao JCP é de R$ 77,3 milhões e será feito no dia 10 de março de 2021. A partir do dia 20, as negociações serão ex-JCPs. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

No início da semana, a Raia Drogasil (RADL3) apontou aos acionistas que destinará R$ 47 milhões em JCP para quem tiver as ações da companhia até 16 de dezembro. O pagamento será feito até o dia 31 de maio, no valor de R$ 0,02 e está sujeito a tributação da alíquota de 15%. A partir do dia 17, os papéis serão ex-JCPs.

Por fim, na segunda (14), a C&A (CEAB3) aprovou o pagamento de R$ 78 milhões em Juros Sobre o Capital Próprio para o dia 23 de dezembro no valor correspondente a R$ 0,25 por ação. As ações da companhia serão negociadas em ex-JCPs a partir do dia 2 de janeiro do ano que vem. O valor bruto a ser pago está sujeito a tributação da alíquota de 15%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).