Ibovespa sobe com votação da LDO e se aproxima de máximas históricas

Em um dia morno no mercado de câmbio, o dólar avançou 0,30%, negociado a R$ 5,10 na venda.

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou em forte alta o pregão desta quarta-feira, avançando 1,47% aos 117.857 pontos e se aproximando da máxima histórica registrada em janeiro, quando bateu os 119.527 pontos. Agora, o saldo do índice brasileiro é positivo em 1,91% no acumulado de 2020.

O rally na Bolsa segue a contínua entrada de capital estrangeiro e reflete ainda a aprovação hoje pelo Congresso Nacional da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, dando o primeiro passo para a definição do Orçamento e impedindo o congelamento do governo no próximo ano. O detalhamento do Orçamento de 2021, no entanto, deve ficar para janeiro, quando o Congresso irá analisar a Lei Orçamentária Anual (LOA), onde são estimadas as receitas e fixadas as despesas do Governo Federal.

De acordo com dados da B3, o fluxo de capital vindo do exterior no mercado secundário de ações é positivo em R$ 8,35 bilhões até o dia 14 de dezembro. Os mercados emergentes, como o Brasil, têm se beneficiado da liquidez global, na esteira de perspectivas otimistas para as vacinas contra a covid-19 e da definição da eleição presidencial nos Estados Unidos.

“Sem dúvidas, (o Ibovespa) tem fôlego para ir além”, afirmou o sócio e líder da mesa de renda Variável da Blue Trade, Victor Faleiros, ponderando, contudo, que a situação fiscal e a vacinação contra a covid-19 são pontos que merecem atenção.

No exterior, o Federal Reserve (Banco Central dos EUA) prometeu hoje continuar injetando recursos nos mercados financeiros de forma contínua contra a recessão e manteve a taxa de juros do país perto de zero. No Congresso norte-americano, os parlamentares seguem em negociação para um novo pacote de estímulo à economia. À espera de novidades e dos anúncios do Fed, os índices em Wall Street trabalharam próximo da estabilidade na maior parte da sessão, com o Dow Jones encerrando em queda de 0,15% e o S&P 500 ganhando 0,18% no dia. O Nasdaq Composite teve alta de 0,50%, fechando em máxima histórica aos 12.658 pontos

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em um dia morno no mercado de câmbio, o dólar fechou o dia em leve alta contra o real, acompanhando a recuperação da divisa norte-americana na parte da tarde em relação aos pares emergentes. Na sessão, a moeda avançou 0,30%, negociada a R$ 5,10 na venda. (Com Reuters)

DESTAQUES DO IBOVESPA

Maiores Altas
BRKM5: +5,61% a R$ 22,40
BEEF3: +4,26% a R$ 10,29
NTCO3: +3,88% a R$ 50,90
BTOW3: +3,84% a R$ 81,49
MRFG3: +3,26% a R$ 14,59

Maiores Baixas
ELET3: -3,36% a R$ 37,40
ELET6: -2,83% a R$ 37,42
SBSP3: -2,47% a R$ 44,60
YDUQ3: -2,17% a R$ 33,75
GOLL4: -1,22% a R$ 26,68

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: