Japão anuncia US$ 708 bi em novos estímulos

Pacote incluirá gastos fiscais diretos e iniciativas destinadas para reduzir as emissões de carbono .

Redação
Compartilhe esta publicação:
Masahiro Makino / GettyImages
Masahiro Makino / GettyImages

Pacote incluirá gastos fiscais diretos e iniciativas destinadas para reduzir as emissões de carbono

Acessibilidade


O Japão anunciou um novo pacote de estímulo econômico de US$ 708 bilhões hoje (08) para acelerar a recuperação diante da crise causada pelo coronavírus no país, enquanto visa o investimento em novas áreas de crescimento, como inovação verde e digital.

O novo pacote incluirá cerca de 40 trilhões de ienes (US$ 384,54 bilhões de dólares) em gastos fiscais diretos e iniciativas destinadas a reduzir as emissões de carbono e impulsionar a adoção de tecnologia digital.

Autoridades de todo anunciaram gigantescos estímulos monetário e fiscal para evitar uma recessão profunda e prolongada depois que o coronavírus fechou as fronteiras internacionais e mandou milhões de pessoas ao desemprego. Nos Estados Unidos, um plano de ajuda em resposta ao coronavírus de 908 bilhões de dólares está atualmente em debate no Congresso.

A economia do Japão cresceu 22,9% em termos anualizados no período julho-setembro, acima da estimativa inicial de uma expansão de 21,4%.

O número revisado para o Produto Interno Bruto (PIB) ficou acima da previsão mediana de crescimento de 21,5% citada por economistas em uma pesquisa da Reuters.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No país, a pandemia forçou o governo a colocar sua agenda de reforma fiscal em segundo plano, apesar de manter a maior dívida pública do mundo industrial, que é o dobro do tamanho de sua economia.

“Compilamos as novas medidas para manter o emprego, sustentar as empresas e restaurar a economia e abrir um caminho para alcançar um novo crescimento em áreas verdes e digitais, de modo a proteger a vida e os meios de subsistência das pessoas”, disse o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, em uma reunião com executivos do partido no poder.

O pacote, aprovado pelo gabinete hoje, eleva o valor combinado do estímulo relacionado ao coronavírus para cerca de US$ 3 trilhões, quase dois terços da economia japonesa. (Com Reuters)


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: