Minério de ferro na China chega a disparar 10%

John Banagan / GettyImages
John Banagan / GettyImages

Setor industrial da China está aquecido, com as exportações tendo o maior avanço em quase três anos

Os futuros de referência do minério de ferro na China chegaram a disparar quase 10% hoje (11), ultrapassando 1.000 iuanes por tonelada (US$ 152,95) pela primeira vez na história, impulsionados por preocupações sobre a oferta e pela forte demanda por aço na segunda maior economia do mundo.

Operadores de mercado disseram que temores quanto aos efeitos de um ciclone sobre embarques na Austrália também ajudaram, uma vez que o setor já tem lidado com uma menor produção do Brasil, segundo fornecedor atrás dos australianos.

Os futuros mais ativos do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em maio, chegaram a saltar 9,9%, para 1.042 iuanes por tonelada. Eles fecharam com ganhos de 4,4% e avançaram 6,4% na semana, no quinto avanço semanal consecutivo.

A mineradora BHP assegurou à Associação Chinesa de Ferro e Aço que as condições climáticas não afetarão embarques e que deve atingir a metade superior de sua meta de produção.

Mas operadores de mercado dizem que qualquer questão que afete a oferta teria impacto significativo, dada a forte demanda no momento.

O setor industrial da China está aquecido, e exportações de produtos em novembro tiveram o maior avanço em quase três anos devido à forte demanda global.

“As siderúrgicas e traders estavam muito pessimistas anteriormente”, disse um operador do mercado de minério de ferro em Shandong. “Eles não esperavam que a desestocagem de produtos de aço pudesse ser tão boa antes de novembro.”

Os futuros do aço na bolsa de Xangai recuaram 0,2%, mas avançaram na semana. (Com Reutes)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).