Preço nos atacados diminui e IGP-DI desacelera a 2,64%, demonstra FGV

Fundação Getúlio Vargas demonstra que os três grupos componentes da inflação tiveram decréscimos em suas taxas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Pilar Olivares/Reuters
Pilar Olivares/Reuters

Índice de preços por atacado contribuiu para a redução do Índice Geral de Preços que é diretamente relacionado ao PIB

Acessibilidade


De acordo com o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI), em novembro teve alta de 2,64% nos preços devido a diminuição nos valores dos atacados, demonstra o relatório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgado hoje (7). 

Segundo o resultado, o Índice acumula alta de 22,16% no ano e de 24,28% em 12 meses. Já o índice de Preços ao Consumidor (IPC) que representa 30% do IGP-DI acelerou a alta de 0,94% em novembro.

“A contribuição do IPA para a desaceleração do IGP foi generalizada. Os três grupos componentes da inflação ao produtor apresentaram decréscimos em suas taxas de variação”, explicou André Braz, coordenador dos índices de preços.

 
LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações
 

Ao mesmo tempo, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI) que responde por 60% do indicador, subiu 3,31% comparado com novembro. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) passou a subir 1,28% em novembro. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Por fim, os Bens Finais tiveram alta de 2,61% em novembro, enquanto os Bens Intermediários desaceleraram a alta de 3,38% de 4,43%. 

Veja abaixo a variação dos grupos (em %)de Outubro para Novembro:

IGP-DI 3,68 2,64

IPA 4,86 3,31

Estágios

Bens Finais 2,95 2,61

Bens Intermediários 4,43 3,38

Matérias Primas Brutas 6,78 3,80

Origem

Produtos Agropecuários 9,51 6,39

Produtos Industriais 2,99 1,99

IPC 0,65 0,94

Alimentação 1,69 1,88

Habitação 0,28 0,33

Vestuário 0,21 0,04

Saúde e Cuidados Pessoais 0,03 0,18

Educação, Leitura e Recreação 1,81 3,00

Transportes 0,40 0,93

Despesas Diversas 0,03 0,09

Comunicação 0,08 0,14

INCC 1,73 1,28

Materiais, Equipamentos e 3,39 2,44

Serviços

Mão de Obra 0,26 0,22. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: