Superávit em transações correntes do Brasil alcança US$ 202 mi em novembro

GettyImages/GettyImages
GettyImages/GettyImages

Investimentos diretos no país alcançaram US$ 1,5 bilhão, ante expectativa do mercado de US$ 1,35 bilhão

O superávit em transações correntes do Brasil foi de US$ 202 milhões em novembro, com o déficit em 12 meses passando a 0,82% do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou o Banco Central hoje (18).

O resultado veio pior que o superávit de US$ 1 bilhão esperado por analistas em pesquisa da Reuters. Por sua vez, os investimentos diretos no país (IDP) alcançaram US$ 1,514 bilhão, ante expectativa no mercado de US$ 1,35 bilhão.

Para o mês de dezembro, o BC projetou um superávit em transações correntes de US$ 500 milhões de e IDP de US$ 2,6 bilhões. Até o dia 15 deste mês, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 1,649 bilhão, disse ainda o BC.

Na véspera, em seu Relatório Trimestral de Inflação, a autoridade monetária já havia ajustado suas projeções para déficit em transações correntes a US$ 7 bilhões em 2020, abaixo do rombo de US$ 10,2 bilhões estimado em setembro. Para o IDP, o BC piorou expressivamente sua perspectiva a um ingresso de US$ 36 bilhões, ante projeção anterior de US$ 50 bilhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).