Suzano cai 6% após desinvestimento da Votorantim

GettyImages
GettyImages

A Votorantim SA vendeu no pregão de ontem (2), na B3, 25 milhões de ações da Suzano

Os papéis da Suzano (SUZB3) operam em queda de 6,12% e são negociados a R$ 51,24 na B3 às 15h04, horário de Brasília, pressionados pela venda de 25 milhões de ações da Votorantim. A operação, realizada ontem (3), também impactou o desempenho dos papéis na sessão, com fechamento em queda de 5,29%, após ultrapassar os R$ 58,00 no começo da semana e bater a máxima histórica intradia.

Segundo dados da B3, a venda movimentou R$ 1,37 bilhão por meio de block trade, operação aberta em que é negociado um número alto de ativos ao mesmo tempo. O JPMorgan foi o intermediador da operação tanto na ponta de venda, como de compra. No acumulado de 2020, os papéis da Suzano contabilizam elevação próxima dos 33%, enquanto o Índice Bovespa ainda contabiliza performance negativa em torno de 3%. 

A Votorantim S.A ainda é titular de 50.180.059 papéis da Suzano, conforme a notificação enviada à companhia com data de 2 de dezembro. Na visão de analistas do BTG Pactual, essa participação também deve ser vendida em algum momento. Segundo uma fonte do mercado ouvida pelo Forbes Money, a Votorantim não pretende vender as outras ações, já que essa é apenas “uma operação natural de liquidez corporativa, sem caráter de venda total”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).