Weedmaps fecha acordo de US$ 1,5 bi para abrir capital

As ações da Silver Spike subiam mais de 20% no início da sessão desta quarta.

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Carlos Jasso
REUTERS/Carlos Jasso

As ações da Silver Spike subiam mais de 20% no início da sessão desta quarta

Acessibilidade


A WM Holding Company, empresa de tecnologia de cannabis que opera a plataforma online Weedmaps, na qual usuários encontram e avaliam vendedores de maconha, disse hoje (10) que abrirá capital por meio de uma fusão com a Silver Spike Acquisition.

O negócio, que avalia a empresa em cerca de US$ 1,5 bilhão, é um raro exemplo de uma listagem do setor de cannabis em uma bolsa de valores dos Estados Unidos.

As empresas não podem listar ações nos EUA se seus negócios envolverem a venda de maconha, o que a Weedmaps não faz.

“Quando você olha o que estamos oferecendo (aos investidores), não há muito quem faça isso”, disse o presidente-executivo da WMH, Chris Beals, em entrevista.

A Weedmaps, com sede na Califórnia, foi fundada em 2008 por Doug Francis e Justin Hartfield e vende um sistema operacional baseado em nuvem para varejistas de cannabis, bem como hospeda uma plataforma de análise e avaliações dos vendedores.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa espera receber o valor bruto de até US$ 575 milhões da operação, em parte da quantia que a Silver Spike havia levantado, além de US$ 325 milhões de um investimento privado em ações listadas, ou Pipe. Os investidores no Pipe incluem fundos da Federated Hermes Kaufmann Funds, Senvest Management LLC e AFV Partners.

A Silver Spike é uma empresa de aquisição de propósito específico, que capta recursos em uma oferta inicial (IPO) com o objetivo de comprar uma empresa, que torna-se listada como resultado da operação e é uma alternativa ao processo tradicional de IPO.

As ações da Silver Spike subiam mais de 20% no início da sessão desta quarta. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: