BitcoinTrade, segunda maior exchange cripto do Brasil, é comprada pela Ripio

Jirapong Manustrong/GettyImages
Jirapong Manustrong/GettyImages

Valor da operação não será divulgado à imprensa

A BitcoinTrade, corretora de criptomoedas inteiramente voltada para o mercado brasileiro, foi comprada pela Ripio, empresa cripto argentina. O objetivo da aquisição é fortalecer a posição da companhia pela América Latina. A transação foi comunicada hoje (5) à imprensa.

Criada em 2017, a BitcoinTrade é uma das principais exchanges de criptomoedas do Brasil e a segunda maior em volume negociado no país. A partir de hoje, a empresa fará parte do grupo latino-americano da Ripio. A plataforma de ativos digitais na Argentina se estruturou como uma das primeiras startups cripto da região.

Em 2020, a Ripio foi selecionada como Pioneira em Tecnologia pelo Fórum Econômico Mundial, tornando-se a única empresa cripto da região na lista. Além disso, os delegados da Ripio são agora membros ativos do Conselho do Futuro Global do WEF – contribuindo para a pesquisa e o debate sobre a adoção e escalabilidade de criptomoedas -, e do Consórcio de Governança de Moeda Digital, sobre regulamentação.

“Estamos muito entusiasmados e confiantes de que a Ripio é a melhor escolha para ajudar a estender o caminho que construímos com BitcoinTrade no Brasil”, afirma Carlos Andre Montenegro, fundador da BitcoinTrade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).