Com vacinas e otimismo global, Ibovespa bate recorde aos 122 mil pontos

O Ibovespa disparou no pregão de hoje (7), fechando em alta de 2,76% e batendo o recorde de 122.365 pontos, impulsionado pelas notícias sobre as vacinações no Brasil e acompanhado o otimismo dos mercados globais.

O Ministério da Saúde anunciou hoje a assinatura de um contrato com o Instituto Butantan para a aquisição dos 100 milhões de doses da vacina desenvolvida em parceria com o laboratório Sinovac. Dados divulgados também hoje pelo Instituto revelam que o imunizante tem eficácia de 78% contra o coronavírus. Ontem, o ministro Eduardo Pazuello afirmou que a imunização da população deve ter início ainda neste mês e garantiu que o Brasil tem o total de 354 milhões de doses asseguradas contra a Covid-19 para 2021.

No exterior, os índices também fecharam em forte alta, apesar dos caos e das incertezas no cenário político norte-americano. Lideranças do partido democrata confirmaram nesta tarde que irão pedir o impeachment de Donald Trump, a despeito da proximidade do fim do mandato. O Dow Jones fechou em alta de 0,69%, aos 31.041 pontos, o S&P 500 valorizou 1,48%, aos 3.803 pontos, e o Nasdaq teve ganho de 2,56%, aos 13.066 pontos.

A confirmação de uma onda azul, com maioria democrata na Câmara e no Senado dos EUA, segue alimentando o viés altista no curto prazo, já que a composição deve favorecer a aprovação de novos estímulos fiscais e injeção de recursos na economia estadunidense. Em longo prazo, no entanto, a formação do Congresso deve também facilitar mudanças regulatórias e um aumento nos impostos corporativos.

De olho no risco fiscal brasileiro, o dólar quebrou resistências técnicas e fechou em forte alta contra o real na sessão, subindo 1,77% e negociado a R$ 5,39 na venda. Com o forte ganho desta quinta, a moeda rompeu de uma só vez duas resistências: as médias móveis de 50 e 200 dias, abaixo das quais a cotação mantinha-se desde o fim de novembro. O dólar já está perto de superar também a média móvel de 100 dias, no momento em R$ 5,41. A quebra de resistências técnicas pode acionar ordens automáticas de compras, retroalimentando o movimento de alta da moeda norte-americana.

Ontem, o deputado federal e presidente do MDB, Baleia Rossi (SP), lançou oficialmente sua candidatura ao comando da Câmara dos Deputados, defendendo rejeição da submissão ao Poder Executivo e a prorrogação do auxílio emergencial em meio à pandemia do novo coronavírus. Uma possível prorrogação do auxílio pressionaria ainda mais as contas públicas. “Não há espaço para aventuras populistas no Brasil neste momento”, disse Dan Kawa, sócio da TAG Investimentos, citando a dinâmica dos mercados de câmbio e juros nos últimos dias.

As taxas de DI para janeiro 2024 e janeiro 2025 dispararam cerca de 25 pontos-base hoje em meio a receios de novos gastos pelo governo neste ano. O real, por sua vez, já ocupa o posto de segundo pior desempenho global neste ano, com queda nominal de 3,86%.

Mesmo com a forte alta do dólar nesta quinta, o Banco Central não interveio no mercado, diferentemente da véspera, quando vendeu US$ 500 milhões via swaps cambiais. Alguns analistas já defendem que o BC promova atuações regulares, num contexto em que o fluxo cambial dá sinais de que continuará negativo à medida que exportadores não internalizam as receitas de suas vendas, preferindo deixar os recursos no exterior.

Em dezembro, o Brasil teve fluxo negativo de US$ 3,93 bilhões na balança comercial, com o déficit total no mês, incluindo as operações financeiras, ficando em US$ 8,35 bilhões. Em 2020, deixaram o país via câmbio contratado US$ 27,923 bilhões, o segundo pior resultado da história. (Com Reuters)

DESTAQUES DO IBOVESPA

Maiores Altas
SUZB3: +8,64% a R$ 62,49
BRAP4: +8,28% a R$ 76,38
KLBN11: +7,61% a R$ 28,13
VALE3: +7,02% a R$ 102,32
CSNA3: +6,44% a R$ 38,53

Maiores Baixas
CVCB3: -3,65% a R$ 19,56
ENGI11: -3,57% a R$ 47,58
CPFE3: -3,45% a R$ 30,25
VVAR3: -2,77% a R$ 15,08
VIVT3: -2,44% a R$ 43,90

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).