Fundos têm captação líquida de R$ 62,1 bilhões em 2021, informa Anbima

TwoMeows/GettyImages
TwoMeows/GettyImages


Volume aportado em fundos de renda fixa lidera captação no início deste ano

Durante às três primeiras semanas de 2021 (1 a 22 de janeiro), os fundos de investimentos tiveram a captação líquida positiva de R$ 62,1 bilhões, de acordo com o relatório semanal da Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

A captação foi liderada pelos fundos de renda fixa, que levantaram R$ 6,3 bilhões no período, seguidos dos fundos de ações (R$ 1,3 milhão), previdência (R$ 587,8 milhões), FIDC (R$ 460,1 milhões – movimento concentrado com aporte de R$ 475 milhões) e ETFs (R$ 220,1 milhões).

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

De acordo com a Anbima, as demais classes de fundos fecharam a semana com resgates líquidos e movimentos de saída concentrados, com os FIPs registrando saques de R$ 1,6 bilhão, os multimercados de R$ 849,9 milhões e os fundos cambiais com resgate de R$ 128,9 milhões no período.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).