Gol vê alta na avaliação mensal, mas queda na base anual

Empresa ainda oscila mesmo com crescimento no último mês.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Christian Petersen Clausen/Getty Images
Christian Petersen Clausen/Getty Images

A Gol não realizou voos internacionais no último mês de 2020

Acessibilidade


A Gol registrou crescimento de 33% na demanda doméstica em dezembro, quando a oferta aumentou 38%, ambos em relação a novembro, de acordo com dados prévios de tráfego divulgados pela companhia aérea hoje (5).

Na comparação ano a ano, porém, houve declínio de 28,5% na demanda e queda de 26,7% na oferta, com a taxa de ocupação ficando em 81%, de 83% um ano antes. A Gol disse que não realizou voos internacionais no último mês de 2020.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Em todo o ano passado, a demanda por voos no país recuou 48,3% na comparação com 2019, enquanto a oferta retraiu 46,8%, fazendo com que a taxa de ocupação ficasse em 80,6% de 82,9% nos 12 meses anteriores.

Quanto aos voos internacionais, a demanda despencou 76,3% e a oferta diminuiu em 75% em 2020 ante 2019, fazendo com que a taxa de ocupação ficasse em 72,3%, de 76,3%. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: