Grupo empresarial pede a rápida remoção de Trump

Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

Empresário afirmou que o presidente incitou a violência na tentativa de se manter no poder

O CEO da Associação Nacional de Manufatureiros dos Estados Unidos incentivou autoridades de alto escalão dos EUA a considerar a remoção do presidente Donald Trump, que deixará o posto no fim deste mês, do cargo depois que seus apoiadores invadiram o prédio do Capitólio norte-americano.

O presidente do grupo empresarial Jay Timmons disse que Trump “incitou a violência na tentativa de manter o poder e qualquer líder eleito que o defenda está violando seu juramento à Constituição e rejeitando a democracia em favor da anarquia”. O empresário também comentou sobre a responsabilidade do vice-presidente Pence, que foi retirado do Capitólio, para considerar trabalhar com o Gabinete para recorrer à 25ª Emenda para preservar a democracia.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Desde novembro, Trump recorreu a diferentes instâncias do sistema político americano na tentativa de reverter o resultado legítimo da eleição presidencial. Ele permanece no cargo por mais 14 dias, antes que o presidente eleito do país, Joe Biden, tome posse em 20 de janeiro. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).