Ibovespa opera em forte alta com fôlego das vacinas

O Ibovespa abre o primeiro pregão de 2021 em forte alta, acompanhando o bom humor dos mercados na esteira do avanço das vacinações ao redor do mundo. Às 10h15, horário de Brasília, o índice brasileiro subia 1,07% e aos 120.295 pontos. No fim de semana, a Índia aprovou duas vacinas contra o coronavírus e planeja aplicar 300 milhões de doses até agosto. Na China, 4,5 milhões de pessoas já foram vacinadas e 4,2 milhões nos EUA. No Brasil, a Anvisa autorizou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a importar dois milhões de doses do imunizante da AstraZeneca e Oxford, embora a autorização para o uso emergencial ainda esteja pendente.

“O primeiro pregão do ano começa pautado por um maior apetite ao risco, antecipando um quadro de retomada das principais economias em um contexto de estímulos fiscais e monetários sem precedentes e o avanço gradual do processo de vacinação”, observou a equipe da SulAmérica Investimentos.

Apesar do viés otimista na sessão, o dólar opera próximo da estabilidade contra o real, negociado a R$ 5,18 na venda e com queda de 0,01% no mesmo horário.

Nos indicadores, o Boletim Focus divulgado hoje (4) revela uma redução nas expectativas para a taxa básica de juros e para o desempenho da economia em 2021. As medianas do mercado apontam Selic encerrando 2021 em 3%, contra 3,13% projetados na semana anterior, e contração de 4,36% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, ante queda projetada de 4,4%.

No exterior, além da esperança de que as vacinas acelerem a recuperação das economias globais, o mercado encontra suporte ainda em novos dados da atividade industrial na China. Em dezembro, o PMI Caixin/Markit do país ficou em 53,0, contra 54,9 em novembro. Apesar do recuo, o número está bem acima da marca de 50, que separa crescimento de contração. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,1% na sessão de hoje.

Em Wall Street, os índices futuros operam no azul e na Europa, as Bolsas trabalham com ganhos. No primeiro pregão pós-Brexit, o FTSE 100, do Reino Unido, disparava 2,68% também às 10h15, horário de Brasília.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).