PayPal investe em startup que calcula impostos sobre criptomoedas

NurPhoto/GettyImages
NurPhoto/GettyImages

Fundada em 2017, a Taxbit permite que empresas, como bolsas de criptomoedas, gerem declarações de impostos para seus usuários

A divisão de investimentos do PayPal aplicou recursos na Taxbit, uma startup norte-americana de tecnologia que ajuda consumidores e empresas a calcularem impostos sobre suas participações em criptomoedas, disseram as empresas hoje (7).

A Taxbit usará o investimento, que não teve valor divulgado, para ampliar equipe e expandir negócios, disse Austin Woodward, presidente-executivo e fundador da empresa. “A internacionalização é uma grande peça do quebra-cabeça”, disse Woodward.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A Taxbit também levantou fundos por meio da Coinbase Ventures, o braço de investimentos da popular bolsa de criptomoedas, e da Winklevoss Capital, family office fundado pelos empresários de tecnologia Tyler e Cameron Winklevoss.

O PayPal, que começou a permitir que consumidores negociem e armazenem moedas virtuais no ano passado, é uma das várias grandes empresas que se interessaram mais pelas criptomoedas nos últimos meses, conforme o preço do bitcoin dispara para níveis recordes.

Fundada em 2017 por contadores, advogados tributários e engenheiros de software, a Taxbit desenvolveu um software que permite que empresas, como bolsas de criptomoedas, gerem declarações de impostos para seus usuários, possibilitando que clientes calculem quanto devem pagar ao fisco sobre suas criptomoedas.

Embora o bitcoin e outras moedas virtuais estejam atraindo especuladores, as criptomoedas têm tido dificuldades para se tornarem formas de pagamento de uso generalizado, em parte porque são tratados como uma propriedade para fins fiscais nos Estados Unidos, tornando todas as transações tributáveis.

A Taxbit “pode ajudar as pessoas a otimizar os impostos à medida que usam os criptoativos ao longo do ano”, disse Woodward. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).