Petrobras tem aval para importar gás da Bolívia em regime extraordinário

REUTERS/Sergio Moraes
REUTERS/Sergio Moraes

A autorização, válida até 28 de fevereiro, é para volume total de até 5,08 milhões de m³ por dia.

O Ministério de Minas e Energia autorizou a estatal Petrobras a realizar importações de gás natural da Bolívia com transporte pelo gasoduto Bolívia-Brasil, em regime extraordinário. A autorização, válida até 28 de fevereiro e publicada no Diário Oficial da União de hoje (19), é para volume total de até 5,08 milhões de m³ por dia, em regime ininterrupto, sendo que as importações miram atender à demanda do mercado termelétrico.

Uma autorização anterior da Petrobras para as importações de gás boliviano tinha validade até o final de 2020. O aval permitia compras de até 10,08 milhões de metros cúbicos por dia, com possibilidade de até 1 milhão de metros cúbicos adicionais diários para uso no sistema de transporte.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A nova permissão para as operações também envolve possibilidade de importação adicional de até 1 milhão de metros m³ por dia para uso no sistema de transporte. O local de entrega do energético será a fronteira com a Bolívia, no Mato Grosso do Sul, próximo à cidade de Corumbá. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).