BC da China mantém liquidez ampla e apoia recuperação sem estímulo excessivo em 2021

Premiê do país alerta que os desafios econômicos da pandemia permanecem.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Premiê do país alerta que os desafios econômicos da pandemia permanecem

Acessibilidade


O Banco do Povo da China vai manter a liquidez razoavelmente ampla e o suporte para uma recuperação econômica em 2021 sem recorrer a um excesso de estímulo, escreveu Sun Guofeng, chefe do departamento de política monetária do Banco Central em artigo publicado hoje (2).

Os juros serão mantidos em um nível apropriado, enquanto a liquidez será administrada por meio de ferramentas como a taxa de compulsório, reempréstimos, instrumento de empréstimo de médio prazo e operações de mercado aberto, de acordo com a autoridade.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Em 2021, a situação doméstica e no exterior ainda é muito complexa, e a política monetária enfrenta muitos desafios”, escreveu Guofeng em uma revista do Banco do Povo da China. A política monetária permanecerá flexível, ajustando a intensidade, ritmo e foco de acordo com as necessidades da economia, disse o chefe do departamento.

Desafios da economia global

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, afirmou hoje (3) que a economia global enfrenta muitas incertezas e fatores desestabilizadores, uma vez os “desafios assustadores” provocados pela pandemia permanecem.

Em um webinar realizado pela Câmara do Comércio da China no Reino Unido, Keqiang também afirmou que a China vai manter a consistência e a previsibilidade em suas políticas macroeconômicas em 2021, executando-as de maneira ponderada e direcionada para manter os principais indicadores econômicas em uma faixa apropriada. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: