Governo e Congresso colaboram para a viabilização de novo auxílio emergencial

Texto elaborado propõe ajuda de R$ 250 por quatro meses à 30 milhões de brasileiros .

Redação
Compartilhe esta publicação:
PriscilaZambotto/GettyImages
PriscilaZambotto/GettyImages

Texto elaborado propõe ajuda de R$ 250 por quatro meses à 30 milhões de brasileiros

Acessibilidade


O governo está elaborando, conjuntamente com representantes do Congresso, o texto para viabilizar novo auxílio emergencial, em uma estratégia adotada para acelerar a futura votação e evitar eventuais desgastes, disse à Reuters uma fonte próxima das negociações.

A ideia é viabilizar o novo auxílio já em março, mas são necessárias compensações que criem espaço para o socorro que pode alcançar até 30 milhões de brasileiros.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Os estudos indicam uma ajuda de R$ 250 por até quatro meses, que devem ser finalizados ainda esta semana,desde que seja encaminhada uma agenda pelo Congresso Nacional que inclua votação de propostas para abrir espaço fiscal e reformas. No entanto, há pressão de alguns congressistas por um valor maior.

“Essa é uma matéria sob exame”, informou a fonte. “Temos que ter compromisso com a saúde mas também com a responsabilidade fiscal. Por isso a importância de passar a PEC de Guerra e o Pacto Federativo“, completou. O governo pagou em 2020 auxílio emergencial a 64 milhões de brasileiros, e gerou um custo de quase R$ 300 bilhões. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: