Ibovespa sobe com recuperação na Petrobras e MP de privatização da Eletrobras

O Ibovespa terminou o dia em alta, avançando 2,27% aos 115.227 pontos, na esteira da recuperação das ações da Petrobras que subiram 12,17% (PETR4), após o tombo de ontem. O índice brasileiro teve suporte ainda da Eletrobras, que disparou 13% (ELET3) após notícias de uma Medida Provisória sobre a privatização da elétrica.

A MP deve permitir que o BNDES inicie estudos sobre a desestatização da companhia e será levada pessoalmente na noite de hoje pelos ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, da Economia, Paulo Guedes, e da Secretaria de Governo, Eduardo Ramos, em ato simbólico no Congresso Nacional.

Em Petrobras, o conselho de administração da companhia autorizou a convocação de uma assembleia geral extraordinária para avaliar a destituição do presidente Roberto Castello Branco do cargo de membro do colegiado e delegou ao líder do conselho a definição de uma data para a reunião de acionistas, informou a petroleira em fato relevante no início da noite de hoje.

De acordo com a Petrobras, a destituição de Castello Branco do cargo de membro do conselho, uma vez efetivada, acarretará a destituição dos demais sete membros do colegiado, eleitos pelo processo do voto múltiplo em 2020, conforme está previsto na lei.

Em Wall Street, os índices terminaram o dia em campo misto, com leve recuperação no S&P 500 após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizar que não haverá aumento na taxa de juros em curto prazo, aliviando preocupações sobre o aumento dos rendimentos dos títulos. Powell afirmou que a inflação norte-americana permanece fraca e reduziu temores de uma mudança na política monetária.

Em fala no Senado dos EUA, Powell revidou sugestões de que o suporte do banco central dos Estados Unidos à economia poderia inflar uma perigosa bolha financeira, insistindo que o apoio ainda é necessário e que os investidores estão reagindo principalmente às expectativas de uma recuperação bem-sucedida.

O Dow Jones terminou o dia em alta 0,05% aos 31.537 pontos, o S&P 500 avançou 0,13% aos 3.881 pontos e o Nasdaq fechou em queda de 0,50% aos 13.465 pontos.

O dólar encerrou a sessão em leve queda contra o real, perdendo 0,24% e negociado a R$ 5,44 na venda, acompanhando a melhora no desempenho de moedas emergentes no exterior após declarações de Powell.

O mercado cambial seguiu atento também ao noticiário sobre o governo e estatais, bem como movimentações em torno da agenda de reformas e do auxílio emergencial. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), prometeu um andamento “sumaríssimo” para a chamada PEC Emergencial na Casa assim que ela for enviada pelo Senado. Guedes cancelou em cima da hora a participação em um evento internacional virtual para se reunir com Lira e tratar da agenda fiscal do governo. (Com Reuters)

DESTAQUES DO IBOVESPA

Maiores Altas
ELET3: +13,01% a R$ 32,67
PETR4: +12,17% a R$ 24,06
ELET6: +10,81% a R$ 32,40
PETR3: +8,96% a R$ 23,48
ITSA4: +7,57% a R$ 10,52

Maiores Baixas
LAME4: -5,94% a R$ 27,23
BTOW3: -4,20% a R$ 85,90
GNDI3: -4,08% a R$ 90,20
PRIO3: -3,73% a R$ 88,75
NTCO3: -3,61% a R$ 49,38

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).