Índice acionário do Japão recua de máxima de 30 anos com realização de lucros

TeradatSantivuvit/GettyImages
TeradatSantivuvit/GettyImages

A alta dos juros nos EUA e Japão, além do início da distribuição de vacinas no país colaborou para o aumento da demanda pelas ações

O mercado acionário japonês recuou hoje (17) enquanto os investidores realizavam lucros, após recente alta para máxima de 30 anos na segunda-feira (15), mesmo com as ações castigadas pela pandemia tendo avançado por expectativas de recuperação econômica.

O índice japonês Nikkei recuou 0,58%, a 30.292,19 pontos, de uma máxima de 30.714,52, pico desde agosto de 1990. “Os investidores estão vendendo ações para realização de lucros hoje. O mercado está dando uma pausa do ímpeto de alta”, disse Masahiro Ichikawa, estrategista-chefe de mercado do Sumitomo Mitsui DS Asset Management.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“As ações, que foram castigadas em meio à pandemia, estão sendo compradas já que a alta dos juros nos EUA e no Japão indica recuperação econômica. A distribuição de vacinas para o coronavírus no Japão é outro fator positivo”, completou Ichikawa.

As ações de chips e eletrônicos lideraram as perdas no Nikkei, com a TDK em queda de 3,23%; a Yaskawa Electric de 3,23%; e a Tokyo Electron de 2,2%. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).