Lucro líquido da TIM cresce a R$ 1 bi no 4º tri

A operadora de telecomunicações TIM teve lucro líquido de R$ 1 bilhão no quarto trimestre de 2020, alta de 10,4% em relação aos últimos três meses do ano anterior, com melhora no resultado financeiro, de acordo com dados divulgados na noite de ontem (9).

A receita líquida cresceu 2% ano a ano, para R$ 4,6 bilhões, com crescimento nos serviços móvel (+1,5%) e fixo (+8%). A receita média mensal por usuário (ARPU) cresceu 7,7% no segmento móvel e 8,2% na TIM Live.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A base móvel, porém, caiu 5,5%, para 51,4 milhões de clientes, puxada pela queda de 10,2% no segmento pré-pago. A base de usuários 4G, porém, subiu 3,3%, a 40,3 milhões de clientes; e a base TIM Live subiu 14%, a 645 mil clientes.

Os custos e despesas operacionais reportados totalizaram R$ 2,3 bilhões no quarto trimestre, alta de 2,2% ano a ano. A companhia atrelou o desempenho a efeitos não recorrentes contabilizados no trimestre e relacionados a serviços de consultoria jurídica e administrativa, entre outros. O resultado operacional medido pelo Ebitda reportado somou R$ 2,3 bilhões, acréscimo de 1,8%, com a margem Ebitda em 50,3%, de 50,4% um ano antes.

Nesse período, as provisões para devedores duvidosos (PDD) apresentaram queda de 47,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O fluxo de caixa operacional, por sua vez, somou R$ 2 bilhões no quarto trimestre, abaixo dos R$ 2,2 bilhões um ano antes, embora acima dos R$ 1,3 bilhão no terceiro trimestre.

O resultado financeiro ainda ficou negativo em R$ 44 milhões, mas representou uma melhora expressiva em relação ao resultado negativo de R$ 236 milhões no quarto trimestre de 2019. “Esta diferença é majoritariamente explicada por uma maior receita financeira, decorrente da contabilização com marcação a mercado do bônus de subscrição que dá direito a uma parcela de aproximadamente 1,4% no capital social do C6 Bank“, explicou a companhia. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).