Mubadala vence disputa por refinaria da Petrobras na Bahia com oferta de US$ 1,65 bi

A assinatura do contrato de compra e venda ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes.

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Roosevelt Cassio
REUTERS/Roosevelt Cassio

A assinatura do contrato de compra e venda ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes

Acessibilidade


O Mubadala Capital venceu disputa pela Refinaria Landulpho Alves (Rlam), da Petrobras, na Bahia, com uma oferta de US$ 1,65 bilhão, informou a petroleira estatal em fato relevante hoje (8), na primeira conclusão para a venda de uma refinaria anunciada pela companhia.

A assinatura do contrato de compra e venda ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes, ressaltou a companhia.

A Rlam é uma das oito refinarias que a Petrobras colocou à venda, que somam juntas cerca de metade da capacidade de produção de combustíveis do Brasil.

A companhia informou ainda que encerrou processo para a venda da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, pois propostas apresentadas ficaram aquém da avaliação econômico-financeira da Petrobras. Um novo processo competitivo será aberto para essa unidade.

A Reuters havia publicado em janeiro, com informações de fontes, que a companhia havia recebido propostas pela Repar, mas que os valores estavam baixos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Já o processo de venda das demais refinarias – Refap, Reman, Rnest, Regap, Lubnor e SIX – continuam em andamento, disse a Petrobras. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: