Neoenergia tem lucro líquido de R$ 996 mi no 4º tri, alta de 61%

Empresa destacou a recuperação do mercado de energia após o forte impacto causado pelas medidas restritivas relacionadas à pandemia de Covid-19.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A elétrica Neoenergia registrou lucro líquido de R$ 996 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 61% em comparação com igual período do ano anterior, informou hoje (9) a empresa, controlada pela espanhola Iberdrola.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia atingiu R$ 2,1 bilhões no último trimestre do ano passado, versus R$ 1,5 bilhão na mesma etapa de 2019.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha em queda com peso de incertezas fiscais e Petrobras

A Neoenergia – que atua nos segmentos de distribuição, transmissão, geração e comercialização de energia – reportou, ainda, receita líquida de R$ 10,002 bilhões no período, alta de 39% na comparação anual, enquanto a alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, recuou para 2,85 vezes, ante 3 vezes ao final de 2019.

Em seu balanço, a empresa destacou a recuperação do mercado de energia após o forte impacto causado pelas medidas restritivas relacionadas à pandemia de Covid-19 no segundo trimestre, indicando que no restante do ano o setor elétrico retomou patamares vistos em 2019.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No ano de 2020 como um todo, o lucro líquido da Neoenergia somou R$ 2,809 bilhões, alta de 26% no ano a ano, enquanto o Ebitda avançou 14%, para R$ 6,496 bilhões.

“Em meio a um ano tão desafiador como 2020, que vai ser lembrado pelos efeitos da pandemia de Covid-19, a Neoenergia manteve sua trajetória de crescimento constante, fruto de uma estratégia estruturada e um modelo de negócios sustentável e diversificado”, disse em nota o presidente da companhia, Mario Ruiz Tagle.

Os investimentos da empresa atingiram R$ 2,1 bilhões no quarto trimestre, alta de 49%, e R$ 6,3 bilhões no ano todo, aumento de 44%, em virtude do avanço dos projetos de transmissão e eólicas, informou a companhia.

Cerca de 50% dos aportes de 2020 foram destinados à modernização das redes de distribuição. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: