Petrobras confirma que diretor executivo de Governança não renovará mandato

Petroleira também anuncia nova data limite para interessados em licitação de suas instalações na Bahia.

Redação
Compartilhe esta publicação:
NurPhoto/GettyImages
NurPhoto/GettyImages

Petroleira também anuncia nova data limite para interessados em licitação de suas instalações na Bahia

Acessibilidade


A Petrobras confirmou que seu diretor executivo de Governança e Conformidade, Marcelo Zenkner, manifestou a intenção de não renovar o mandato que vence em 20 de março, por razões pessoais, de acordo com comunicado da companhia hoje (1°).

“Um novo diretor deverá ser nomeado pelo conselho de administração com base em lista tríplice de profissionais elaborada por processo seletivo em curso conduzido por empresa especializada”, acrescentou a estatal.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

As informações da Petrobras confirmam reportagem da Reuters na sexta-feira (29), que antecipou com informações de fontes que Zenkner não renovaria o contrato. Ex-promotor, o executivo está no cargo desde agosto de 2019.

NOVA LICITAÇÃO

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Petrobras terminou, sem receber propostas válidas, um processo licitatório para arrendamento de um terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) na Bahia, iniciado em agosto, informou a estatal nesta segunda-feira (1°).

Com isso, a companhia disse que publicou uma nova data limite para credenciamento de empresas interessadas em participar de uma nova licitação envolvendo o empreendimento e suas instalações associadas. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: