Petrobras despenca 17% na B3 e derruba Ibovespa para os 112 mil pontos

Ações da estatal desabavam na pré-abertura do pregão na bolsa de Nova York. Dólar dispara mais de 2% nesta manhã.

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa abre o dia em forte queda de 4,6% aos 112.979 pontos, em linha com o desempenho dos ativos da Petrobras, que derretiam aproximadamente 17% (PETR3 e PETR4) nos primeiros negócios de hoje. O mercado repercute o anúncio feito na última sexta (19) pelo presidente Jair Bolsonaro, indicando o general Joaquim Silva e Luna como novo CEO da Petrobras ao final do mandato do atual chefe da estatal, Roberto Castello Branco, em 20 de março.

O desentendimento tem como epicentro o recente reajuste no preço do diesel e da gasolina nas refinarias da Petrobras, que já avançaram 27% e 35%, respectivamente, apenas neste ano, acompanhando a disparada nos preços internacionais do petróleo.

Analistas de mercado rebaixaram suas recomendações para as ações da estatal nos últimos dias, movimento que pode ser ampliado para outros ativos, já que o presidente prometeu no sábado “meter o dedo na energia elétrica.”

“Assim como eu dizia que queriam me derrubar na pandemia pela economia fechando tudo, agora resolveram me atacar na energia”, disse Bolsonaro a apoiadores em Brasília. “Vamos meter o dedo na energia elétrica que é outro problema também.”

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada na manhã de hoje, Bolsonaro também criticou Castello Branco, afirmando que ele está há 11 meses “em casa sem trabalhar”, pois está atuando remotamente em meio à pandemia de Covid-19. Ele também disparou críticas à política salarial dos executivos da estatal.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“É direito meu reconduzi-lo ou não. Ele não será reconduzido. Qual o problema? É sinal de que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras: atender os interesses próprios de alguns grupos no Brasil. Nada mais que isso”, disse o presidente

A XP Investimentos cortou a recomendação para os papéis da Petrobras de “neutro” para “venda” no domingo, em relatório sob o título “Não há mais como defender”. O BTG Pactual rebaixou a recomendação para “neutra”, enquanto o Bradesco reduziu para “underperform”. O Credit Suisse baixou a recomendação para “underperform” e reduziu pela metade o preço-alvo para os papéis, de R$ 16 para R$ 8, citando “muitas incertezas”.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) deve abrir uma investigação sobre o anúncio na troca do comando da Petrobras. “A área técnica deve abrir um processo administrativo”, disse uma fonte à Reuters sob condição de anonimato.

Indicado para a Petrobras, Silva e Luna afirmou em entrevista no fim de semana que pretende “buscar um equilíbrio” para a política de preços da estatal, citando interesses de acionistas, mercado e do “povo”, devido ao impacto dos preços sobre a cadeia produtiva.

O dólar abriu o dia em disparada contra o real, avançando 2,41% a R$ 5,51 na venda às 10h07, horário de Brasília, refletindo a cautela dos investidores com o ambiente doméstico.

Nos indicadores, o Boletim Focus de hoje trouxe a sétima elevação consecutiva para a inflação, com o IPCA agora calculado em 3,82% ao final deste ano, de 3,62% na pesquisa anterior. O resultado fica acima do centro da meta oficial para a inflação em 2021, que é de 3,75%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Na Selic, os especilistas consultados veem a Selic a 4% ao final de 2021, de 3,75% projetados na semana anterior.

Em Wall Street, os índices futuros operam em queda nesta manhã, dando continuidade ao movimento de correção observado nos últimos dias que atinge, principalmente, as ações de tecnologia. As ações da Petrobras desabavam quase 17% na pré-abertura do pregão de hoje na bolsa de Nova York.

Na Ásia, o índice de blue-chips da China registrou a maior queda diária em quase sete meses hoje, com os investidores preocupados com as altas valorizações das ações e o risco de aperto da política monetária. “As condições monetárias se apertaram na prática desde o início do ano. Esperamos que o banco central formalize a mudança com altas na taxa de juros nos próximos meses”, disseram analistas da Capital Economics.

O índice CSI300 fechou em queda de 3,14%, maior perda percentual desde julho de 2020. O Shangai Composite recuou 1,45% no fechamento. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: