Presidente do Fed diz ser improvável que banco reduza ritmo de compra de títulos em 2021

Mary Daly ainda afirmou que espera que a economia dos EUA ganhe velocidade ao longo do segundo semestre .

Redação
Compartilhe esta publicação:
JohnLamparski/GettyImages
JohnLamparski/GettyImages

Mary Daly ainda afirmou que espera que a economia dos EUA ganhe velocidade ao longo do segundo semestre

Acessibilidade


É improvável que o banco central dos Estados Unidos recue em seu estímulo de compra de títulos este ano, disse a presidente do Federal Reserve de São Francisco, Mary Daly, em entrevista ao Wall Street Journal.

Daly afirmou que continua a esperar que a economia dos EUA ganhe velocidade ao longo do segundo semestre do ano, à medida que as vacinações contra o coronavírus são implementadas e permitem que a economia se recupere da pandemia. Porém, ela acrescentou que ainda não será hora de o banco central abandonar seus US$ 120 bilhões mensais de compra de títulos.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Por enquanto, temos a política monetária em uma boa posição”, informou a presidente. “Se você pegar as lentes da minha perspectiva modal, então o Fed realmente continuará comprando no ritmo atual até o final deste ano”, concluiu. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: